Resenha de Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, de J RR Tolkien

-

A Grande Guerra do Anel começa timidamente porém de forma tensa nesta primeira parte onde a Sociedade do Anel deve enfrentar grandes males através da Terra-Média, para dentro do covil do inimigo para assim libertar toda aquela terra das trevas causadas por Sauron, um mal que não foi exterminado antes e agora está corrompendo a todos que passam pela sua sombra…


Ano: 2000 (Primeira publicação 1954) Resenha de Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel, de J RR Tolkien
Páginas: 464
Acabamento: Brochura
Editora: Martins Fontes
Preço: R$ 39,90 a R$ 65,00

Sobre a trama:

Numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem hobbit é encarregado de uma imensa tarefa. Deve empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder – a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro.


Este clássico é conhecido por todos também através dos brilhantes filmes de Peter Jackson do começo do século XXI, bem fiéis e que adaptam muito bem o livro. Conhecer este mundo mágico e denso através das palavras poéticas de Tolkien, é uma experiência única.

Nosso amigo Sir John Ronald Reuel Tolkien nos apresenta criaturas e um mundo como um todo de uma maneira complexa e ao mesmo tempo simples. Bonita e ao mesmo tempo feia. Poética e ao mesmo tempo ignorante. Tudo muito bem dosado, sendo este o seu principal foco. Levando os personagens de um ponto A a um ponto B como se fosse uma sessão de RPG, vemos os acontecimentos sendo tratados algumas vezes como segundo plano, sendo ultrapassados pela apresentação de mundo e contexto para o leitor saber de tudo o que precisa saber, para se debruçar nas duas próximas sequências.

Lembrando que por causa dos detalhes acima expostos, a obra pode ficar monótona em alguns pontos, sendo salvas algumas vezes por um personagem, como foi o caso de Passolargo, ou melhor, Aragorn. Ou até mesmo de um mistério sobre um evento passado, como sobre o que ocorreu nas minas de Moria. Apesar disto poder te arrastar na leitura em alguns pontos, este fato não atrapalhará no todo, já que o mundo é dividido entre as pessoas que leram Senhor dos Anéis e os que não leram.

Caíque Apolináriohttp://bookstimebrasil.com.br
Escritor de três livros de ficção em conjunto com a Raquel Cortez Machado e host com a voz mais sedosa da podosfera. Viciado em café, multi tarefas e o suporte de toda a equipe.

Compartilhe

Posts Recentes

Mais postagens

Recent comments